Wacken 2019 | O universo as vezes fala com você!
30/06/2019 | Por
wacken-2019-o-universo-as-vezes-fala-com-voce

Eram quase 14h24 do dia 22 de janeiro, uma terça feira, estava me preparando para começar mais um dia de trabalho no meu novo emprego. Fazia uma semana que tinha ingressado no quadro de estagiários do jornal O Povo e quando chego na redação para ligar o PC, pegar um copo de água e dar continuidade as pautas da semana, meu celular vibra e logo estranhei que era algo importante pois todos os grupos em que participo eu os deixo no silencioso. A vibração era importante sim e se tratava de uma mensagem de whatsapp que mudaria a minha vida.

“Mansh que sensação doida cara. Pqp só queria compartilhar com alguém!” dizia a mensagem, e ela vinha acompanhada de uma foto em que confirmava a aquisição dos ingressos para um festival chamado Wacken Open Air. Tal mensagem vinha de um amigo, um dos primeiros grandes amigos que fiz logo assim que retornei da Alemanha. Em 2014, ainda morando no país em que Angela Merkel não sai do poder nem a pau, Tiago Marques me permitiu espaço no site Iron Maiden Brasil (de sua administração e criação) e me convidou para participar do podcast do seu site, o famoso e “indeletável” imbcast. Esse momento foi importante porque foi o meu primeiro contato com criação de conteúdo voltado pro rock na internet. Essa história daria um podcast, mas só quis enaltecer o quanto isso foi legal. Esse mesmo Tiago que me deu oportunidade de produzir conteúdo no www.ironmaidenbrasil.com.br foi o mesmo Tiago que me recebeu muito bem quando voltei a morar no Brasil, em novembro de 2014. A primeira vez que o vi pessoalmente, foi no show do Andre Matos no Armazém (meu primeiro show de metal em Fortaleza). Nessa época, nesse retorno, eu já tinha o Detector de Metal em mente, mas ele só nasceu no Facebook dia 22 de novembro, e o show do Andre foi dia 15 de novembro. Esse mesmo Tiago mandou o primeiro vídeo que lancei no canal (o que falava no disco Legion do Korzus) para o grande Pompeu, e na época eu achei isso a coisa mais incrível do mundo. Enfim, vou parar por aqui porque acho que vocês já entenderam. Em resumo, de lá pra cá se firmou uma boa amizade, com altos e baixos, com desavenças, discordâncias mas tudo regrado a muito respeito. Vimos o fim do Black Sabbath, o Deep Purple no Rio, o Krisiun na chuva e na noite que era pro Exodus tocar, mas não tocou. Vimos outras vezes o Andre (incluindo o Shaman Reunion), vimos Angra, Blind Guardian, Destruction, Kreator e uma caralhada de banda foda.

ESSE MESMO TIAGO foi quem mandou a mensagem, foi quem deu a ideia e atiçou o recente estagiário a querer voltar para a Alemanha depois de 5 anos. No começo eu fui resistente a ideia, disse-lhe que o Detector de Metal estava a disposição dele para uma cobertura “in loco”. Dias foram se passando e durante as sessões de RPG em sua casa (coisa que até nisso ele contribuiu, pois sempre quis participar de uma mesa de RPG ), Tiago começou a falar do festival e me perturbar pra ir também. A ideia foi crescendo e me veio a mente que tinha uma bateria eletrônica que eu NÃO ESTAVA USANDO. Tinha deixado essa bateria nos cuidados de uns amigos músicos e logo me veio a cabeça a possibilidade de vendê-la. E vejam só a ironia do destino… QUANDO O UNIVERSO CONSPIRA MEU AMIGO, NÃO TEM QUEM NÃO FAÇA DÁ ERRADO. Apareceu um comprador e pagou o valor que eu estava pedindo nela. Sem pensar duas vezes, matei o ingresso. Pronto, agora não tinha mais volta.

Comecei a cuidar de outros custos que viriam. Me desliguei da escola de design gráfico na qual tinha me matriculado há 6 meses (algo que já planejava fazer pois estava dando choque de horário das aulas com o meu trabalho no O Povo). Com a sobra da grana que eu direcionava pro curso, investi na passagem aérea. E pra minha sorte, a TAP começou a oferecer boas ofertas e num determinado dia, com um cartão de crédito emprestado, parcelei a passagem de ida e volta para Hamburgo. Obviamente que eu fiz todo o planejamento, e o meu primeiro semestre de 2019 foi só pagando essa passagem, mas não me arrependo. Deixei de sair várias vezes, fiquei mais em casa e cortei um pouco a cerveja nos rolês. Perrengues e sacrifícios foram feitos, não me arrependo. A correria do semestre foi a cereja do bolo. Que correria, Gustavo? Bem, eu já tinha ingresso e passagem, mas faltava algumas coisas. A correria se deu pela minha demanda normal de trabalho no Jornal, na necessidade de levantar uma grana a fim de me ajudar com demais gastos, e com o fato de eu precisar providenciar o passaporte (risos), pois o meu tinha vencido. Sim, eu comprei uma passagem aérea para a Alemanha sem ter passaporte rs. Faça o que eu digo, não faça o que eu faço. A partir daqui, a crônica tem um momento especial.

Para resumir a parte do passaporte, deu tudo certo. Fiz o procedimento na polícia federal e entreguei tudo o que pediram. A única emoção fica por conta da data que eles me deram para ir até lá, bater foto e entregar os documentos. A data foi 27 de junho (LITERALMENTE 30 DIAS ANTES DA VIAGEM). Quando vi a data, eu tive um mini infarto, pois li 27 de julho, a data que viajaria. Mas o universo ajuda hahaha, e nesse caso ele precisou interferir, pois eu demorei a dar entrada nesse passaporte. Mas tá dando certo, dia 10 de julho está previsto para pegá-lo. Era pra ter sido um resumo, mas essa foi a mini saga do passaporte (sem ter entrado em detalhes). E agora vem a cauda de chocolate deste bolo de cenoura: A correria do levantamento de grana para o resto dos custos!

Dá onde eu iria tirar dinheiro se eu já tinha vendido a bateria, já tinha reduzido os rolês, cortado a cerveja, e as parcelas da passagem já estavam pegando boa parte do que eu recebo mensalmente? Para esta resposta, eu devo a essa galera:

Heavenless, Hidromel 4 Luas, Hellhoundz, Obskure, Asmodeus, Pandemmy, Venomous, Netuno Doom, Killin’Ground, Omminous, Revanger, Dendicasa Music School, Phrygia e Sagrav.

Também preciso ressaltar a icônica figura de Everaldo Smell. Esse cara vai ganhar foto e menção especial no futuro. Me veio à cabeça criar um sistema de apoiadores do Detector de Metal, com o carro chefe sendo a viagem para o Wacken 2019. Eu vendi anúncio e exposição de bandas e marcas no geral. Elas aparecem em todas as sessões aqui do site, em todos vídeos postados no canal até setembro e, consequentemente, irão aparecer nos conteúdos feitos no Wacken. Também dou um apoio especial quanto à informações e propagação de conteúdo referente a elas, seja shows ou notícia mesmo. O preço que pedi por isso? Bem, após um estudo de mercado e de ter conhecimento do que se fazia em outros sites e blogs mais ou menos do mesmo tamanho que o meu, eu ainda pus o preço um pouco mais abaixo. Eu me lembro de um colega lá do O Povo ter me alertado de eu não vender tão barato, visto que para ele, o nome do Detector de Metal já tinha boa repercussão e visibilidade no Ceará. Eu nunca acho que está bom o suficiente, eu sempre acho que o meu trabalho no Detector de Metal deve melhorar. Eu também sempre acho que não alcanço a quantidade de pessoas que gostaria de alcançar, mas creio que o profissionalismo e o amor pelo o que faço foi o que levou a EU TER CONSEGUIDO 14 APOIADORES. Cara, EU NUNCA imaginaria que fosse ter tanta gente que acreditaria no potencial do Detector de Metal. E só não foram mais porque algumas bandas disseram que não iam poder ajudar com a pouca quantia que eu pedia, pois estavam focando em produção de merchandising e terminando de pagar a prensagem de CDs. Eu ofereci a parceria para alguns, mas também veio pessoas até mim pedir para participar. Isso só me enche cada vez mais de orgulho, pois não irei ao Wacken sozinho, e sim também estarei representando todas estas marcas. Curtir uma viagem dessas sabendo que tem uma galera apoiando, vai fazer a parada ter outro sabor.

E garanto que o trabalho não vai parar. Essa viagem deve mudar a minha visão DE TUDO e trarei mudanças para o segundo semestre, podem anotar (Rock in Rio e os shows do Maiden que me aguardem). O jornal O Povo não está me ajudando em nada com essa viagem, e tô falando isso por que já me perguntaram. Os dias que ficarei fora, inclusive, serão descontados das minhas férias. Obviamente que mandarei vídeos e conteúdos pro jornal, pois eu tento levar a nossa cultura para a mídia popular. As pessoas precisam saber da gente. Meu intuito não é recrutar novos headbangers, até porque o processo é natural. Eu estou aqui apenas para apresentar tudo isso! Vem quem quer.

Neste momento já passei das 1500 palavras e meus dedos doem, mas para resumi, eu consegui comprar diárias em hostel e levantar uma grana para usar com locomoção, bebida e comida. Tudo está preparado, só falta o passaporte chegar. Ah, ainda preciso ressaltar que teve campanha de vacinação gratuita lá no O Povo e irei viajar “nos trinques”. Cara, tudo deu certo! Apareceu vacina de graça, teve bandas querendo patrocinar a viagem, apareceu comprador da bateria, na boa, quando o universo manda, você só obedece.

Mas é claro que ele só te manda para locais de acordo com a sua localização e para onde você quer ir 😉

Nos vemos no Wacken 2019. Ah, no meu Instagram vocês poderão acompanhar tudo (@gqroz e @detectordemetal_). Todos os dias estou postando uma banda que irei ver lá. E pra finalizar, acredite que você é capaz de realizar tudo! Se eu posso ir, qualquer um também pode. E na próxima vez irei credenciado.

BE A HEADBANGER! CHANGE THE WORLD AND DRINK BEER!

PROST!

Deixe uma resposta

Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Um lamento, ou desabafo, de alguém que insiste em romantizar – ou vitimizar – aquilo que ficou no passado. Esse é o mote da...
Um dos nomes mais importantes do Thrash Metal americano, o Sacred Reich é uma banda formada em 1985 na cidade de Phoenix, Arizona. Após...
O Metal Sul Festival toma forma com uma edição especial em Bento Gonçalves, trazendo...
Após finalizarem a turnê “Estrada da Fúria Tour 2019”, o Blasfemador já prepara novidades...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Monday, 22-Jul-19 23:52:35 PDT.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.