Vereador irlandês quer proibir hoje o show do Behemoth em Limerick
17/06/2019 | Por
vereador-irlander-quer-proibir-show-do-behemoth

Um vereador em Limerick, na Irlanda, está pedindo ao Ministro da Justiça que impeça os poloneses do Behemoth de se apresentarem no país.
A banda irá tocar no King John’s Castle hoje, 17, num show ao lado dos suecos do Amon Amarth. O vereador de Fianna Fáil e ex-prefeito de Limerick, Kevin Sheehan, não quer que o Behemoth venha à sua cidade na segunda-feira. “Para mim, a objeção é bem fundamentada e é justificada. O satanismo está associado ao mal. E eu sou cristão. Eu sou totalmente contra qualquer coisa que tenha a ver com satanismo e com maus pensamentos, música ou práticas”, comentou o vereador em entrevista na rádio TodayFM’s.

Questionado sobre como evitaria que Behemoth tocasse em Limerick, Sheehan disse: “Temos leis neste país. O ministro da Justiça, Charlie Flanagan, há cerca de um mês decidiu usar uma lei de 1999 que lhe permitiu impedir um pastor da América, um cara chamado Steven Anderson, que tinha opiniões anti-semitas e anti-gay, de vir para a Irlanda. Então eu pedi ao ministro para considerar seriamente a utilização das mesmas leis para evitar essas pessoas satânicas de virem a Limerick na próxima segunda-feira”.

Sheehan esclareceu que ele não tem “nenhum problema” com concertos ou música. “Eu fui a vários shows no meu tempo”, disse ele. “O último que eu fui, na verdade, foi um que você provavelmente estava lá. Ennio Morricone, sua última turnê, ele tocou em Dublin, e eu gostei da experiência. Eu fui a muitos shows no meu tempo como Michael Jackson e Neil Diamond. Eu não tenho nenhum problema com música. Música pode ser a alma de nossas vidas. Mas não práticas ou pensamentos satânicos. Eu não tenho espaço em minha vida para nada disso” completa.

No passado, o governo polonês acusou o líder do Behemoth, Adam “Nergal” Darski, de vários “crimes”, como rasgar a bíblia no palco em 2007 e usar o brasão polonês em uma camiseta da Behemoth em 2017. Durante um concerto, Darski rasgou uma cópia do livro sagrado cristão, chamou-a de enganosa e descreveu a Igreja Católica Romana como “uma seita criminosa”.

Seus defensores disseram mais tarde que se tratava de um ato de expressão artística, mas os conservadores insistiram que foi uma ofensa aos católicos na Polônia. Nergal precisou ir ao tribunal na época mas foi rapidamente considerado inocentado de todas as acusações.

behemoth-amon-amarth-em-limerick

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Saiba como foi o acesso ao festival, qual ônibus usei para chegar lá, o merchandising comprado e as primeiras atrações do maior festival de...
A Asmodeus, banda mais antiga do Ceará, deu entrevista ao Detector de Metal e falamos de muitas histórias que envolvem os mais de 32...
Confira a resenha de The Weight of The Crown, da banda cearense Killin' Ground...
Extreme Power Metal do Dragonforce já está entre nós e Elias Cavalheiro fez uma...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Tuesday, 19-Nov-19 18:02:47 PST.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.