Slipknot: Chris Fehn não faz mais parte da banda
18/03/2019 | Por
Slipknot Chris Fehn não faz mais parte da banda

O percussionista do Slipknot, Chris Fehn, na banda desde 1999 onde gravou todos os álbuns até então, não faz mais parte do grupo americano. A informação foi noticiada pela própria banda em uma mensagem oficial no site.

O Slipknot está focado em fazer o álbum número 6 e nos próximos shows pelo mundo. Chris sabe o motivo de não ser mais um integrante do Slipknot. Nós estamos desapontados que ele escolheu apontar dedos e manufaturar demandas, em vez de fazer o que era necessário para continuar com o Slipknot. Nós gostaríamos de dizer que preferíamos não ir por este caminho que ele quis, mas evoluir em todos os assuntos é algo fundamental na vida. Longa vida ao ‘Knot‘”, diz o comunicado.

O fato, aparentemente, está sendo uma consequência das declarações de Fehn quanto ao não pagamento de valores relacionados a porcentagens da venda de merchandising e turnês da banda. A notícia foi publicada pelo site The Blast, onde dizia que o percussionista havia processado o Slipknot pelo não cumprimento de tais pagamentos. O grupo não respondeu à matéria.

Em seu processo, Fehn afirma que sempre foi dito que o dinheiro proveniente de mercadorias e turnês é canalizado através de uma única empresa que divide os lucros e paga os membros da banda. No entanto, Fehn afirma que ele descobriu recentemente que seus colegas de banda montaram várias outras entidades de negócios afiliadas a SlipKnot em estados diferentes que parecem estar coletando dinheiro da banda.
Fehn diz que não sabia das empresas separadas e alega nunca ter recebido um centavo delas. Ele especificamente acusa os líderes da banda Shawn Crahan e Corey Taylor de negócios obscuros.

O Slipknot anunciou recentemente uma turnê norte-americana ao lado de outros grandes nomes e já anunciou que o novo álbum de estúdio, o sexto da carreira, será lançado ainda este ano com previsões para o mês de agosto. Um dos fundadores comentou a respeito do novo disco, dizendo que é como redescobrir o Slipknot mais uma vez.

Eu não sou fã da qualidade do som do nosso primeiro álbum, porque há um barulho na minha cabeça. Eu não estou falando por mais ninguém aqui, e não estou tentando tirar nada, então, por favor, não estrague minhas palavras aqui! A linha de fundo é, para mim, há um barulho na minha cabeça que está constantemente aumentando à medida que envelheço. Quando eu comecei a banda, eu tinha 26 anos, ok? Eu vou fazer 50 em setembro, e o barulho muda. Portanto, este álbum é como … não sendo dada uma outra chance, porque não precisam de uma chance. Estamos aqui . Mas este álbum é como descobrir-nos novamente como seres humanos mais velhos. Você tem um certo tipo de guerra em 98, e agora você vai ter outra guerra em 2019”, comentou Shawn.

Chris Fehn tocava no Slipknot desde 1999, bem antes do lançamento do primeiro disco. A banda ficou conhecida por sua enorme presença de palco, muito por causa de membros como Sid (DJ), Corey (Vocalista) e os percussionistas Chris e Shawn. Entre as máscaras da banda, a de Fehn foi a que menos sofreu alteração ao longo dos anos, permanecendo sempre no estilo de “Pinóquio”, com um grande nariz fino.

Deixe uma resposta

Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Nesse texto quero abordar com você, caro leitor, um assunto que venho pensando ao longo dos meses, mas nunca sequer vi alguém falando sobre...
Viajei 350km de Fortaleza até Camocim para cobrir o Camocim Rock Fest 2019. Confira tudo que rolou no evento e sinta o clima de...
O Sanctifier conversou com o Detector de Metal um pouco antes de subirem ao...
Fui convidado para participar do coquetel de imprensa do lançamento do mais recente álbum...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Tuesday, 20-Aug-19 15:27:27 PDT.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.