Rebaelliun: Entrevista com Lohy Fabiano
28/07/2016 | Por
lohy fabiano

Estamos em pleno FORCAOS, que começou no final de semana passado (23 e 24 de julho) e continua neste final de semana (29 e 30 de julho). Tivemos oportunidade de conversar com as duas bandas “visitantes” do festival cearense, a gaúcha REBAELLIUN (por ocasião do festival Abril Pro Rock, realizado no final de abril na capital pernambucana) e a INNER DEMONS RISE, representante de Pernambuco. Você confere agora um papo com Lohy Fabiano a partir de agora. E amanhã traremos uma entrevista com a INNER DEMONS RISE.

Obs: A entrevista foi feita pelo nosso colaborador Daniel Tavares e o mesmo a enviou para que o material fosse publicado no Detector de Metal.

Daniel Tavares: A REBAELLIUN é uma banda que passou muito tempo parada. Eu queria saber o que fez vocês considerarem que esta era a hora de voltar, o que os motivou a estar de volta no mercado?

Lohy Fabiano: Na verdade, desde que a banda acabou em 2002 que a gente tinha um sentimento de que o REBAELLIUN ainda tinha o que apresentar, a gente tinha o que mostrar com a música do REBAELLIUN, só que, nesse hiato de quase 15 anos, a gente sempre percebeu que não era o momento ainda. Cada um estava envolvido com outros projetos pessoais, uma outra realidade que não nos permitia investir 100% ou o necessário que é importante investir pra banda voltar com tudo… lançando disco… voltando pra tocar ao vivo. Agora que a gente conversou, na metade do ano passado, na metade de 2015, trocando uma ideia com a galera, a gente começou a perceber que existia essa possibilidade e que aquele sentimento que a gente tinha deixado em 2002, que a gente tinha trabalho relevante a mostrar, que a gente ainda tinha música a compartilhar com as pessoas, voltou à tona. Então a gente resolveu conversar, organizar a logística, porque cada um mora numa cidade, mas aí, acabou sendo o momento certo, cara. Nada acontece por acaso e esse era o momento da gente voltar com tudo.

Daniel Tavares: E a avaliação que você faz do cenário brasileiro atualmente?

Lohy Fabiano: Cara, é diferente porque existem dois cenários diferentes, né? Existe um menor investimento na parte física da música, que é a compra de CDs, a compra de material, porque tudo fica muito mais acessível virtualmente. A galera vai pro YouTube, vê o show de uma banda, vê um clipe, enfim, mas, em contrapartida, os shows estão cada vez mais profissionais, a galera tá apostando cada vez mais em profissionalizar a cena nesse sentido. Então acredito que só tende a melhorar. Já está muito melhor do que já foi na metade, final dos anos 90, que foi quando a gente começou, mas a tendência é melhorar cada vez mais. Eu não vejo como negativo, eu acho que está numa crescente. Vai melhorar cada vez mais.

Daniel Tavares: E esse é o primeiro show depois da volta [a entrevista foi realizada durante o Festival Abril Pro Rock, em Pernambuco, no final de abril de 2016]. O que você está sentindo?

Lohy Fabiano: Cara, é um misto de muita emoção. Eu particularmente tenho uma emoção diferente porque os outros estiveram no palco depois, né? O Fabiano com o THE ORDER, com o ANDRAUS, o Sandro com o EXTERMINATE… eu que pelo REBAELLIUN não havia subido em um palco desde 2002. É muita emoção. É muita energia contida para liberar no palco hoje.

 

Rebaelliun: Entrevista com Lohy Fabiano

Foto: Cristiano Machado

 

Daniel Tavares: E quais são os próximos planos de vocês?

Lohy Fabiano: A gente está lançando o CD novo agora em maio, metade de maio deve estar sendo lançado por um selo holandês…O plano do REBAELLIUN é tocar muito pra promover o álbum, fazer bastante datas aqui no Brasil, tocar lá fora, tocar em pico em que a gente não foi ainda, promover bastante o álbum e seguir tocando ficha. Na sequência gravar mais um disco novo. Enfim, continuar os trabalhos de onde a gente parou.

Daniel Tavares: Vocês já foram umas quatro vezes pra Europa. Já tem alguma coisa agendada?

Lohy Fabiano: Já. Já está rolando uns festivais de verão agora pra metade deste ano. Em agosto a gente está confirmado já pro Brutal Assault, na República Tcheca, lá em Praga. E tá rolando a confirmação pra um outro festival lá na Alemanha chamado Party.San. Então a gente vai, lá pelo dia 10 de agosto, a gente vai subir lá pra Europa, a gente vai fazer esses dois festivais lá e se rolar mais alguma data a gente aproveita e faz lá também.

Daniel Tavares: O KRISIUN também está tocando lá fora, fazendo turnê com o CANNIBAL CORPSE. Vocês e o KRISIUN começaram mais ou menos na mesma época, as duas bandas são consideradas parte da “trindade” do Death Metal gaúcho. Como é que você vê tudo isso?

Lohy Fabiano: É muito legal porque, na verdade, a gente sente muito orgulho de dizer que o KRISIUN é um grande influenciador do REBAELLIUN. Eles são mais antigos que nós, são de uma geração mais antiga, mas é isso aí. Um acabou puxando o outro, a gente se espelhou muito não só na parte sonora do KRISIUN, mas também na atitude de botar 100%, investir 100% na banda, fazer virar a banda como um meio de sustento. O metal lá no Rio Grande do Sul é muito forte. O KRISIUN é um dos pilares do metal extremo lá e é legal saber que a gente está ajudando a levar esse som da galera do sul pro Brasil e pro resto do mundo.

Daniel Tavares: E do nordeste, do metal nordestino, o que você conhece, daqui de Recife ou lá de Fortaleza?

Lohy Fabiano: Cara, eu vou te ser bem sincero. Eu andei muito tempo afastado da cena, comecei a retomar os trabalhos agora na metade do ano passado. O que me fica do Nordeste, não especificamente de Fortaleza ou de Recife, é o HEADHUNTER D.C., com quem a gente tocou em Salvador em 2001, banda conhecidíssima, antiguíssima também e outra grande referência do Death Metal aqui do Nordeste.

Daniel Tavares: Eu queria que você falasse um pouco também sobre esse disco novo que vocês estão lançando. Vocês já voltam ao palco e com um disco novo.

Lohy Fabiano: A gente já vai incluir nesse setlist do festival sons do disco novo. Cara, foi uma loucura porque a gente anunciou a volta da banda no início de junho e ali a gente já decidiu que seria uma volta pra gravar um disco novo. Dali a seis meses o disco estava pronto. A gente começou a gravar em dezembro de 2015, janeiro de 2016, foi um processo estressante pela meta, né? Era pouco tempo para compor o disco novo inteiro, não tem nenhum som que foi reaproveitado da antiga, a gente compôs o disco de cabo a rabo, letra, música, tudo novo… um dos motivos que nos fez voltar a tocar também é fazer música juntos, cara, saber que a gente curte entrar em ensaio, entrar em estúdio, compor, esse processo de compor um disco novo, produzir um disco novo é muito prazeroso pra nós porque a gente se criou ouvindo música, ouvindo metal e aprendeu a tocar juntos. Então é um resgate àquele sentimento da antiga que a gente sempre teve e que durante esse período de quase quinze anos ficou inerte, ficou adormecido.

Daniel Tavares: Tá certo. Quero só que você deixe uma mensagem final.

Lohy Fabiano: Quero agradecer bastante à galera que tem apoiado o metal extremo e à cena metal no Brasil inteiro. A galera do Nordeste está de parabéns. Sempre que a gente vem pra cá é muito bem recebido, sabe da força da cena que existe aqui no Nordeste. E é isso aí, continuem prestigiando as bandas autorais, as bandas nacionais, curtam, comprem o material, vejam as bandas ao vivo…Quero também agradecer à galera que tem nos ajudado e não deixou o nome da banda ser esquecido durante esses quinze anos de hiato em que a gente ficou fora e agradecer à galera que também está dando um apoio grande nas redes sociais. É um prazer estar de volta e a gente vai mandar ver.

Rebaelliun: Entrevista com Lohy Fabiano

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Show será dia 18 de janeiro, no Pirata Bar, e valores de ingressos serão divulgados em breve Em entrevista durante uma live no jornal...
Banda realizará um show especial no SESC Belenzinho, em São Paulo, no dia 13 de dezembro...
Reflexões sobre a desumanização do indivíduo, a busca pela liberdade e pela resistência à imposição...
Show do Stratovarius em Fortaleza reuniu fãs que aguardavam ansiosos do lado de fora...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Monday, 09-Dec-19 13:56:03 PST.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.