OUSE: Primeiro EP será lançado com show gratuito nesta sexta-feira
14/03/2019 | Por
OUSE: Primeiro EP será lançado com show gratuito nesta sexta-feira

Dos movimentos de resistência às relações da sociedade moderna. São esses alguns dos pontos que costuram o EP de estreia da banda OUSE, “Desculpe Por Todo Esse Sangue”. O grupo cearense lança o registro nesta sexta-feira, 15, com show gratuito no Porto Iracema das Artes. Na data, o EP também estará disponível nas principais plataformas de streaming.

Com sonoridade agressiva e discurso fortemente político, a música transborda impressões e experiências do quarteto formado por Juliana Pessoa (voz), Ícaro Manfrinni (guitarra e programações), Suiane Pessoa (baixo) e Nyelsen Bruno (bateria). Produzido por Manfrinni, o título traz seis faixas, incluindo o single “A Cura”, lançado em 2018 com clipe gravado nas ruas do Centro de Fortaleza.

A banda de rock carrega influências da música eletrônica e de grupos como Smashing Pumpkins, Nine Inch Nails, The Prodigy, Depeche Mode e Garbage, além da brasileira Letrux. Outra grande referência é a obra da poetisa indiana Rupi Kaur, autora do fenômeno “Outros jeitos de usar a boca”.

A onda de conservadorismo que o país atravessa é o grande estopim criativo do EP. “Sentimos muito esse baque. Parece que parte da sociedade resolveu colocar pra fora o que há de pior no ser humano, e é daí que vem a necessidade de se expressar”, explica Nyelsen Bruno. “A música é uma forma de se rebelar. É um dos caminhos que encontramos para ir contra essa enxurrada de ódio, intolerância e ausência de humanidade”.

OUSE: Primeiro EP será lançado com show gratuito nesta sexta-feira

É esse o desconforto que inspirou o título “Desculpe Por Todo Esse Sangue”, que levanta debates sobre lugar de fala e feminismo nos dias atuais. A referência é da simbologia do sangue ligada à feminilidade, da menstruação aos casos de feminicídio registrados no Brasil – onde mais de 500 mulheres são agredidas fisicamente a cada hora, segundo o Fórum Brasileiro da Segurança Pública.

“Nesse caminho também nos deparamos com um exercício de empatia e alteridade por outras lutas. O sangue do título representa a resistência daqueles que mais sofrem a opressão conservadora. São negros, índios, LGBTQ+”, afirma Juliana Pessoa. “Nosso lugar de fala é o da mulher, mas isso não torna a nossa luta maior do que a de quem está perto de nós”.

Serviço

O que: OUSE – Show de lançamento do EP “Desculpe Por Todo Esse Sangue” Quando: Sexta-feira, dia 15 de março, às 19 horas (Entrada gratuita)

Onde: Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema)

Deixe uma resposta

Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
A banda santista de thrash metal/crossover/hardcore Surra lançou no último mês o seu mais novo trabalho. O disco foi chamado de “Escorrendo Pelo Ralo”...
Detector de Metal conversou com o DESALMADO durante sua passagem pelo nordeste. Falamos dos discos, turnê e dos corre de uma banda operária! Curta...
Eu ia escrever essa matéria como notícia, mas achei que merecia um review aqui...
Dismember, Entombed, Grave, Cadaver, Pestilence, Asphyx, Death Breath são alguns expoentes do Death Metal...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Wednesday, 19-Jun-19 06:57:18 PDT.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.