Mais um caso de machismo no Heavy Metal europeu?
29/01/2020 | Por
Foto em coloração sépia onde Mia Wallace aparece tocando ao lado de Abbath

Nessa semana eu me deparei com uma matéria postada pelo site da Roadie Metal, em que divulgava as declarações da baixista Mia Wallace a respeito de sua saída da banda solo do Abbath. Quando o norueguês e ex-Immortal divulgou detalhes do segundo disco de sua carreira solo, intitulado de Outstrider, a banda também apareceu em fotos promocionais com nova formação. Entre os novos integrantes, lá estava a baixista Mia Wallace.

O Detector de Metal noticiou na época os detalhes do novo disco e da nova formação da banda solo de Abbath. Além de Mia Wallace, a banda também contou com Ukri Suviletho na bateria. Dada esta introdução, vamos a onde eu quero chegar!

Após alguns problemas em um show na Argentina, onde Abbath foi retirado da casa de show por estar visivelmente alterado devido ao uso excessivo de drogas, a banda anunciou que o próprio Abbath iria entrar em processo de reabilitação. De fato isso ocorreu e o músico se ausentou alguns meses dos palcos para ir se tratar, o que o fez muito bem. Aparentemente recuperado, mas ainda na luta contra possíveis decaídas, a banda vem realizando shows incríveis neste retorno. O problema é que nem todos da banda estão neste retorno. Quem falta? A baixista Mia Wallace.

Em um desabafo no seus próprio Instagram, a ex-baixista do Abbath escreveu um desabafo e contou detalhes de sua aparentemente “demissão” da banda. Leia a postagem traduzida da própria musicista.

“É com tristeza que fui forçada a me separar do Abbath. Foi um momento desafiador, mas emocionante, e estou orgulhosa da minha contribuição ao álbum Outstrider, aos shows, aos vídeos de Harvest Pyre e Hecate, e ao material de promoção da banda em geral.

Para mim, ter feito parte do Abbath foi um sonho que se tornou realidade e eu posso dizer, com as mãos no coração, de que eu fui leal ao time e ao próprio Abbath. Todos podem ver isso no show da Argentina onde eu estava no palco até o amargo fim.

Eu nem sempre concordei com algumas outras pessoas próximas a Abbath, e dava minha opinião honestamente sem raiva ou intenções negativas.

Mas infelizmente nem todos aceitaram isso. Estou desapontada por nenhum dos meus ex-colegas ter me contatado nesse processo, exceto pelo telefonema de cinco minutos do agente do Abbath, no qual me dissera que eu não seria mais necessária. Disseram-me para não entrar em contato com ninguém da banda. A explicação para isso não teve substância e apenas fez nascer mais perguntas e me deixou mais confusa.

Até então, eu estava me preparando para a turnê europeia, como me disseram para fazer. Eu tive que cancelar outros planos e tirar uma folga do trabalho para a turnê, para a qual passei muito tempo me preparando.

Estou realmente agradecida por todo o apoio dos fãs, da mídia, de todos na Season of Mist e dos colaboradores da banda! Muito obrigado! Significa muito para mim neste momento difícil. Desejo também apenas o melhor para o Abbath, a quem sempre admirei como artista e agradeço a ele pela oportunidade que ele me deu. Agora vou me concentrar no meu próximo passo. Vários projetos muito interessantes estão em andamento. Prometo que não será a última vez que ouvirão sobre mim.

Ciao”

Aparentemente não houve motivo para sua demissão. A moça estava empolgada e até se prontificou a ficar ao lado de Abbath durante seu recente momento difícil. E por quê então retirá-la assim da banda, sem mais nem menos? Por que não continuar dando o espaço e a oportunidade na qual já estava sendo dada à jovem? Menos mal que ela mora na Noruega e não deve passar por necessidades, ou se saiu no prejuízo algum momento, conseguirá facilmente recuperar. Mas e se fosse em outra realidade menos favorecida? Todo o seu investimento teria sido em vão e poderia até trazer prejuízos financeiros. Até o momento desse post (23h45 PM, do dia 29 de janeiro), a banda não se pronunciou sobre o caso.

E você, o que você acha sobre isso?

 

Ver essa foto no Instagram

 

It is with sadness I have been forced to part ways with Abbath. It has been a challenging but exhilarating/exciting time and I am proud of my contribution to the Outstrider album, the concerts, the videos for Harvest Pyre and Hecate and the visuals and promotion of the band in general. For me, being a part of Abbath was a dream come true and I can say with my hand on my heart I have been loyal to the team and to Abbath himself. Everyone can see this from the Argentina concert where I stood on the stage until the bitter end. I have not always agreed with certain other people in the Abbath camp and I have given my opinion honestly without anger or negative intent. Unfortunately not everyone can take this. I am disappointed that none of my former colleagues have contacted me in this process except for the five minute phone call from Abbath’s manager in which I was told I would no longer be needed. I was told not to contact anyone in the band. The explanation for this had no substance and just made more questions and confusion for me. Up until then I had been preparing for the European tour as I had been told to do. I had to cancel other plans, and get time off work for the tour which I spent much time preparing for. I am truly grateful for all the support from the fans, media, everyone at Season of Mist and collaborators of Abbath! Thank you so much! It means everything to me in this difficult time. I also wish only the best for Abbath whom I will always admire as an artist and thank him for the opportunity he has given me. Now I shall focus on my next step. Several very interesting new projects are in the works. I promise you have not heard the last of me. Ciao! #miawinterwallace

Uma publicação compartilhada por Mia W. Wallace (Official) (@miawinterwallace) em

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Evento será gratuito e transmitido em live pelo canal oficial do Forcaos TV no YouTube...
Single está disponível no canal oficial da banda no YouTube e antecipa debut, ainda sem data de lançamento...
O frontman da banda paraibana Necrohunter, Mauro Medeiros, nos enviou uma cópia do seu...
Parceiros
extremo-metal-jampa
OSBOX
Siga o Detector de Metal