Ex DJ realiza lives tocando funk e soul music diretamente da prisão americana
01/02/2020 | Por

Uma live no Facebook tem chamado a atenção dos fãs de soul e funk music americano. Todas as tardes, o italiano Jack Folly realiza uma transmissão ao vivo onde toca apenas clássicos do estilo em uma página no Facebook. O único grande diferencial disso tudo é que o DJ as toca dentro da prisão Alcatraz, em São Francisco. O prisioneiro está condenado à morte nos Estados Unidos por ter assassinado um assaltante que teria roubado dinheiro de sua antiga lanchonete em Nova Iorque. Jack foi considerado assassino e condenado a morte na cadeira elétrica.

Durante suas lives, além das músicas, Jack também aborda de maneira incisiva e direta questões controversas da sociedade atual, comentando assuntos que vão da política à economia. Em sua página no Facebook encontramos a seguinte informação:

“De sua cela, o prisioneiro de numeração 1309 tem a permissão de transmitir o que ele chama de ‘música da sua vida’ em um programa de rádio na internet. Jack Folly é um homem de aproximadamente 40 anos de idade e habita uma cela de 2m x 3m, no corredor da morte da prisão de segurança máxima ‘Alcatraz’, a notória penitenciária da ilha na Baía de São Francisco”. Suas lives também ficam salvas em um canal no YouTube.

Confira como foi a última live realizada por Jack em sua cela.

Supomos que o prisioneiro deve estar aguardando a data de sua execução. Enquanto isso, na cela, Jack Folly dispõe de um ótimo equipamento de DJ, bem como muitos LPs antigos na qual os usa para tocar as músicas. Ou seja, todo o som vem diretamente do vinil. Ainda segundo a publicação em sua página, todos os LPs são de seu irmão, no qual Jack os pegou quando ainda morava na Itália.

Existe também um livro em kindle na Amazon onde aparentemente deve abordar melhor a história de Jack. Confira o livro clicando aqui.

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Não sei descrever claramente a vocês a sensação que tive em um recente Kool Metal Fest (que foi acompanhado por mim para o Detector...
A missão de Thaís Lyrica em seu EP de estréia “ECILA” é aliar magia a conceitos retrofuturísticos visando dar vida ao metal melódico do...
  Surgindo em meados de 2015, o grupo mineiro Black Pantera lançou, neste grande...
Perdas, não importa quais sejam, nunca são fáceis de lidar, quando se trata de...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal