EPs | Klitores Kaos (2020)
16/04/2020 | Por

Com menos de 10 minutos e “apenas” 4 faixas, a banda feminista de Thrash metal/Grindcore/Crust Punk Klitores Kaos lança, em 2020, seu primeiro EP autointitulado, regado de críticas fortes, coesas e muito bem embasadas em relação a temas como aborto, feminismo, feminicídio e machismo. Todos estes temas são acompanhados de vocais extremamente brutais e urrados, uma guitarra muito bem captada e rasgada como uma motosserra, um baixo que parece uma bicuda a cada nota e uma linha de bateria que soa como tiros nos ouvidos.

Escute o EP da Klitores Kaos em seu canal oficial no YouTube!

Formada em 2015 no Pará, a Klitores Kaos é formada por Debby Mota nos vocais, Nia e Dy Lima nas guitarras, Line White no baixo e Josy Lobato na bateria. A banda se apresenta como Hardcore/punk/crust Feminista e Antifacista, o que é bem nítido e forte em suas letras e na postura tanto dentro quanto fora dos palcos, sempre investindo fortemente em seus ideais e nunca se permitindo abaixar a cabeça para quem tenta (e falha miseravelmente) oprimir aquelas que lutam para espalhar a palavra da liberdade.

As 4 músicas do lançamento, mesmo não passando dos 3 minutos de duração cada, apresentam variações rítmicas e melódicas impressionantes para uma banda de um estilo tão minimalista como o Punk Rock. As influências de Hardcore e metal extremo se fazem muito fortes no EP principalmente pelos vocais guturais urrados de Debby, que mostram todo o ódio presente em alguém que vive a dura realidade das mulheres que lutam por palavra não só no Brasil, mas no mundo.

A música “Feminicida” abre com trechos de reportagens sobre, como o título já diz, feminicídio, já preparando o ouvinte de forma tensa e agonizante para a porrada sonora que viria a seguir. O EP encerra com uma espécie de grito de guerra e juramento feminista na faixa “Mosh Girrrl”, que traz uma indignação de tudo de podre na sociedade.

Recomendado para amantes do Hardcore/Grind mais violento, sujo e bem feito possível e passando longe do conservadorismo, o EP já prepara o público para um futuro album completo, que promete ser tão violento e raivoso quanto. Podem ter certeza que o terreno foi muito bem preparado para novos lançamentos que representam em palavras aquilo que está entalado a muito tempo dentro de diversas pessoas, explodindo com uma raiva forte num ataque contra o ódio as diferenças e misoginia.

Lineup:
Debby Mota – vocais
Nia Lima – Guitarra
Dy Lima – Guitarra
Line White – Baixo
Josy Lobato – bateria

Setlist:
1 – Feminicida
2 – Porrada Rachamacho
3 – Homem Abortista
4 – Mosh Girrrl

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Evento será gratuito e transmitido em live pelo canal oficial do Forcaos TV no YouTube...
Single está disponível no canal oficial da banda no YouTube e antecipa debut, ainda sem data de lançamento...
O frontman da banda paraibana Necrohunter, Mauro Medeiros, nos enviou uma cópia do seu...
Parceiros
extremo-metal-jampa
OSBOX
Siga o Detector de Metal