EPs | Klitores Kaos (2020)
16/04/2020 | Por

Com menos de 10 minutos e “apenas” 4 faixas, a banda feminista de Thrash metal/Grindcore/Crust Punk Klitores Kaos lança, em 2020, seu primeiro EP autointitulado, regado de críticas fortes, coesas e muito bem embasadas em relação a temas como aborto, feminismo, feminicídio e machismo. Todos estes temas são acompanhados de vocais extremamente brutais e urrados, uma guitarra muito bem captada e rasgada como uma motosserra, um baixo que parece uma bicuda a cada nota e uma linha de bateria que soa como tiros nos ouvidos.

Escute o EP da Klitores Kaos em seu canal oficial no YouTube!

Formada em 2015 no Pará, a Klitores Kaos é formada por Debby Mota nos vocais, Nia e Dy Lima nas guitarras, Line White no baixo e Josy Lobato na bateria. A banda se apresenta como Hardcore/punk/crust Feminista e Antifacista, o que é bem nítido e forte em suas letras e na postura tanto dentro quanto fora dos palcos, sempre investindo fortemente em seus ideais e nunca se permitindo abaixar a cabeça para quem tenta (e falha miseravelmente) oprimir aquelas que lutam para espalhar a palavra da liberdade.

As 4 músicas do lançamento, mesmo não passando dos 3 minutos de duração cada, apresentam variações rítmicas e melódicas impressionantes para uma banda de um estilo tão minimalista como o Punk Rock. As influências de Hardcore e metal extremo se fazem muito fortes no EP principalmente pelos vocais guturais urrados de Debby, que mostram todo o ódio presente em alguém que vive a dura realidade das mulheres que lutam por palavra não só no Brasil, mas no mundo.

A música “Feminicida” abre com trechos de reportagens sobre, como o título já diz, feminicídio, já preparando o ouvinte de forma tensa e agonizante para a porrada sonora que viria a seguir. O EP encerra com uma espécie de grito de guerra e juramento feminista na faixa “Mosh Girrrl”, que traz uma indignação de tudo de podre na sociedade.

Recomendado para amantes do Hardcore/Grind mais violento, sujo e bem feito possível e passando longe do conservadorismo, o EP já prepara o público para um futuro album completo, que promete ser tão violento e raivoso quanto. Podem ter certeza que o terreno foi muito bem preparado para novos lançamentos que representam em palavras aquilo que está entalado a muito tempo dentro de diversas pessoas, explodindo com uma raiva forte num ataque contra o ódio as diferenças e misoginia.

Lineup:
Debby Mota – vocais
Nia Lima – Guitarra
Dy Lima – Guitarra
Line White – Baixo
Josy Lobato – bateria

Setlist:
1 – Feminicida
2 – Porrada Rachamacho
3 – Homem Abortista
4 – Mosh Girrrl

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
A banda Black Metal Amantikir liberou em suas redes sociais seu novo single acompanhado com um lyric vídeo, a faixa escolhida foi “Ignis Fatuus”,...
Sucessor do EP “Minds Apart” (2018) foi disponibilizado em todas as plataformas digitais pela Blood Blast, subsidiária digital da gravadora alemã Nuclear Blast  ...
Álbum conceitual marca estreia do grupo de prog rock/metal A banda de prog rock/metal...
Para celebrar o mês do rock, o evento acontecerá nos dias 9 e 16...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: The user has not authorized application 1332798716823516.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 458
Please refer to our Error Message Reference.