CDs | The Girl Who Killed Her Soul – Funeral Dawn (Independente, 2022)
23/03/2022 | Por

O músico multi-instrumentista Thiago Alboneti já deu o ar de sua graça a algumas semanas aqui no site, onde resenhei o primeiro disco de um de seus projetos Infinity Of Thoughts, chamado “When The Winter Ends” de 2021 e focando mais no lado do Black Metal atmosférico e depressivo. Agora, em 2022, Thiago traz ao mundo mais um disco, o segundo de um outro projeto chamado Funeral Dawn (que teve seu primeiro lançamento ainda em 2020), com o ótimo disco “The Girl Who Killed Her Soul”.

Focado mais no Death Doom Metal, o disco é uma viagem cadenciada e atmosférica por uma zona muito densa e épica. As linhas colossais e brilhantes de teclado que muito me agradaram no Infinity Of Thoughts atacam novamente, agora trazendo um ambiente muito mais melancólico, gótico e sombrio, fazendo quem ouve imergir em algo que remete muito a uma missa negra misteriosa, com linhas extremamente épicas que trazem toda a imersão introspectiva que os amantes do bom Doom Metal tanto esperam e amam.

O músico agora também deixa de lado os berros agudos de seu projeto de Black Metal e traz a nós um gutural extremamente grave, bruto e soturno. Você sente aquele som vindo direto do peito quando ouve as belíssimas linhas vocais, repletas de reverb, que deixam as músicas ainda mais intensas, dando a dose de brutalidade que as linhas melódicas pedem para que o equilíbrio entre épico e intenso do Doom se concretize.

O disco também apresenta nuances progressivas que já haviam sido abordadas no projeto anterior. A faixa de abertura que leva o nome do álbum passa dos 9 minutos de duração, enquanto a faixa de encerramento “A Letter To Myself”, um clamor depressivo épico que termina a audição quase como o fim de um ciclo, passa do décimo minuto e traz a verdadeira energia pesada dos demônios mais profundos do ser humano.

Já a faixa “A Tragic End” funciona quase que como uma intro para o apoteótico final descrito acima, com uma lindíssima melodia instrumental com harpejos de piano e teclados tão lindos, melancólicos e intensos que caberiam perfeitamente como trilha de algum filme trágico. Uma música que traz nuances de teclas tão bonitas que preparam perfeitamente quem ouve para a bomba que será a derradeira faixa seguinte.

Quase que obrigatório para quem ama um intenso Funeral Death Doom Metal, aos fãs de bandas como Paradise Lost e Katatonia, o álbum é uma ode colossal aos sentimentos fúnebres e a melancolia mais profunda, regada a belíssimas linhas de teclado que te levam em uma imersão completa e uma arrepiante e bruta linha de voz que soa tanto agonizante quanto visceral.

OUÇA O DISCO NO SPOTIFY

Tracklist:
1 – The Girl Who Killed Her Soul
2 – This Cold Winter Heart
3 – I’m Sorry, Son
4 – My Despair
5 – A Tragic End
6 – A Letter To Myself

Lineup:
Thiago Alboneti – Todos os instrumentos, produção

SIGA A BANDA NO:
Facebook
Instagram
Youtube

 

 

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
A missão de Thaís Lyrica em seu EP de estréia “ECILA” é aliar magia a conceitos retrofuturísticos visando dar vida ao metal melódico do...
  Pandemia perto do fim e a Rygel segue produzindo material! A bola da vez se chama “The Struggle”, sobre “a estória de um...
  A SQQ Rockids é uma banda de rock voltada ao público infantil e...
“Wild Kiss” mescla de hard rock, blues e funk americano, e vídeo dirigido por...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal