CDs | Pagando o Pato – Contraponto (2018)
27/06/2019 | Por

A banda de Thrash Metal/Crustcore Contraponto lançou em 2018 seu segundo álbum, intitulado “Pagando o Pato” (fazendo referência ao bordão “Não vamos pagar o pato” usado em manifestações entre 2013 e 2016), trazendo músicas rápidas (tanto em compasso quanto em tempo, onde a mais longa não chega aos 3 minutos), repletas de criticas sociais e atualidades.

O álbum foi produzido por Paulo Wallace (bateria) e Olívio Portugal, em que a produção foi feita partes em estúdio, partes no quarto do próprio Paulo.

Segundo Wallace “Desde 2008, o Contraponto toca em temas como desigualdade social, preconceito e violência de uma forma diferente. Buscando sempre a politização dos espaços em que atua, a banda tem como temática as lutas da classe trabalhadora e da juventude e a construção do socialismo libertário.”

O disco nos apresenta 10 faixas e uma bônus escondida, todas rápidas, agressivas, curtas e grossas, deixando escrachado todos os pensamentos da banda em letras fortes e ácidas. O instrumental está extremamente bem produzido e bem gravado (quando se trata de uma banda underground, isso é um ótimo ponto),onde as guitarras estão muito limpas e nítidas, mas ainda sim com toda a sujeira e podridão, que são características do gênero. As linhas de bateria são algo louvável, onde o bumbo duplo merece total destaque junto da precisão das batidas.

Os vocais de Thyrza são um show a parte, Seu timbre e seu estilo de gutural nos remete a bandas de metal extremo do Brasil nos anos 1980 e 1990, em que Sepultura, Ratos de Porão, Sarcófago e Chakal são referências claras! É ótimo ver uma vocalista feminina fazendo algo tão louvável, coisa que precisamos ver mais no cenário nacional.

A capa nos apresenta uma colagem de imagens de protestos aqui no Brasil (dentre elas, a greve dos caminhoneiros de 2018 e um protesto contra a morte da deputada Marielle Franco), imagens de repressão policial e uma cena de guerra, com uma criança sozinha em meio ao caos catártico do conflito, tudo em tons de vermelho, dando uma atmosfera de violência e morte.

O album conta com participação de Luma Josino (Klitores Kaos) na faixa “Não é Não” e Mell Almeida (ex-Contraponto, ex-Ascaridiase) na faixa “American Way of Life”.

tracklist:

  1. Não é Não
  2. Início do Fim
  3. Barbárie
  4. Barbárie II
  5. Frente Popular
  6. Realidade Cruel
  7. American Way of Life
  8. Meritocracia
  9. Pagando o Pato
  10. Guerra Inútil

lineup:

Paulo Wallace – bateria
Gilmour Souza – guitarra                                                                                                                  Thyrza – vocal
Fábio Bentes – baixo

bandcamp da banda

Tags:

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
O Paradise In Flames disponibilizou nas primeiras horas de hoje o videoclipe de seu mais novo single, “The Way to the Pentagram”. Mantendo o...
Novo trabalho de estúdio sucede "Juggernaut", lançado em 2016...
Linhares Júnior, ou popularmente conhecido como Junin, tem um grande histórico relacionado a música...
Em entrevista ao Detector de Metal, a banda também divulgou o novo vocalista Airton...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: The user has not authorized application 1332798716823516.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 458
Please refer to our Error Message Reference.