CDs | Escorrendo Pelo Ralo – Surra (Läjä Recs e Sertão Attack, 2019)
13/06/2019 | Por
surra

A banda santista de thrash metal/crossover/hardcore Surra lançou no último mês o seu mais novo trabalho. O disco foi chamado de “Escorrendo Pelo Ralo” e foi lançado de forma independente pelos selos Läjä Recs e Sertão Attack, com a capa levando a assinatura do artista Marcelo Augusto.

 

Com um instrumental extremamente pesado e forte, a banda apresenta mais um soco na cara digno de nocaute! A bateria visceral acompanha o ritmo cardíaco de quem escuta e, junto dos berros de Leeo e Guilherme, conseguem passar toda a raiva e ódio presente nas letras.

As letras são um show a parte! Um belo grito na cara da sociedade, mostrando tudo de mais podre no modo de vida das pessoas e, claro, muitas críticas ácidas à extrema direita e ao autoritarismo. Nota-se muito clara as referencias de Slayer, Ratos de Porão e Municipal Waste na sonoridade do disco. A maioria das letras aborda essa critica social que já é uma marca forte da banda, escrachando toda essa onda conservadora e violenta que vem regredindo o mundo a cada dia.

O ponto mais genial do disco é o samba “Virou Brasil PT.1” onde as críticas ácidas contra os podres do país vem em forma de um samba clássico como era feito décadas atrás por nomes como Adoniran Barbosa e Cartola. Logo depois a porrada volta com “Virou Brasil PT.2”, criticando a burguesia brasileira que vive nos muros de um condomínio e sem se importar com as pessoas mais pobres e seu sofrimento.

A musica “Viver em Santos” mescla um calmo reggae com a pauleira do hardcore, onde também fala sobre a vida na cidade litorânea onde vivem os músicos. No geral é um disco extremamente brutal, forte, agressivo e violento, perfeito para o momento atual do país, com letras mais que atuais que servirão de “cápsula do tempo” para que, no futuro, lembremos de como era nos dias de hoje.

A capa mostra um porco forte, vestido com roupas rasgadas de um policial e segurando um porrete feito de ossos, sendo guiado por um (possível) chefe (de estado? da polícia? presidente? não sabemos) entrando em uma cadeia semelhante a uma masmorra, com as mãos dos prisioneiros agonizando para fora das grades. Há um líquido escorrendo e indo até o ralo no centro do corredor, formando o nome do disco.

Tracklist:

01 – O Mal Que Habita a Terra

02 – Do Lacre ao Lucro

03 – Escorrendo Pelo Ralo

04 – Vida Medíocre

05 – Ultraviolência

06 – Jogo Sujo

07 – A Lei da Dúvida

08 – Anestesia

09 – Mais Um Refém

10 – Virou Brasil pt. 1

11 – Virou Brasil pt. 2

12 – Não Entendi

13 – Caso Isolado

14 – Viver Em Santos

15 – Madeira e Sangue

16 – Bom Dia Senhor

17 – A Troco de Nada

 

Line Up:

Guilherme Elias – Baixo/voz

Victor Miranda – Bateria

Leeo Mesquita – Guitarra/voz

 

 

Deixe uma resposta

Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
A banda paraibana Necrohunter anunciou o “Last Days”, seu segundo disco de estúdio. O trabalho, ainda sem data de lançamento e sucessor do “Hunters Curse”...
A banda pernambucana Pandemmy anda comemorando seus 10 anos de atividades com muitas produções. Além do lançamento do Split que soltaram ainda este ano,...
Em entrevista ao portal Headbangers News, o frontman/baixista do Destruction, Schmier, revelou que é...
Faixa faz parte do repertório do debut “Kill Your Ghosts” Depois de antecipar o...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Friday, 23-Aug-19 20:04:16 PDT.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.