CDs | Diante De Um Holocausto – Inferno Nuclear (Distro Rock Records, Bigorna Records, True Metal Records, 2021)
17/03/2022 | Por

Confesso que, em meio a um tsunami musical que me afogou em 2021, este (e diversos outros que virão a ser agraciados nesse site) foi um lançamento que acabou passando desapercebido no âmbito do metal nacional. Porém recentemente, ao ler uma resenha do disco em questão no consagrado site Collector’s Room (do meu amigo Ricardo) fui direto ao meu aplicativo do Spotify para dar uma olhada no que eu havia erroneamente ignorado (mesmo que sem querer).

A capa logo de cara já me hipnotizou em níveis astronômicos! Quando bati o olho na belíssima obra do paulista Márcio Aranha (sem saber quem era o artista que assinava a arte) já pensei que se tratava de algo feito pelo grandioso Ed Repka (que já produziu trabalhos para bandas brasileiras como Zumbis Do Espaço), famoso por capas icônicas de grandes bandas como Death e Megadeth. O trabalho gráfico sintetiza aquilo que o disco traz em sua essência, mostrando a fase sombria e desesperançosa que o mundo atualmente vive, com um culto ao militarismo crescente e uma perspectiva distópica para o futuro. A arte também aborda a temática nuclear tão característica do Thrash Metal tradicional e traz o espírito oitentista logo de cara.

Mas não se enganem, pois não se trata de uma banda dando seus primeiros passos. O grupo foi fundado ainda no já longínquo ano de 2006 pelo vocalista Wellington e mostrou, no seu debut vindo 15 anos depois, que os anos anteriores serviram para que a banda criasse um material realmente consistente e marcante, com muito profissionalismo e seriedade que só um grupo que passou anos adquirindo uma forte maturidade musical consegue atingir.

O disco é seco, veloz e grosso. As linhas rápidas de guitarra e baixo, acompanhadas de uma bateria frenética e um vocal ríspido e agressivo nos levam a uma viagem de violência, raiva e denúncia quanto ao descaso dos grandes líderes para com o mundo no qual eles (e nós) habitam. Apenas senti falta de um pouco de reverb nas linhas vocais, que em diversos momentos soam secos até demais e acabam por não trazer toda a força que poderia. Porém ainda sim trata-se de um disco com ótimas linhas rasgadas e agitadas de vocais muito alimentados da fonte de bandas como Violator e Municipal Waste.

A banda mostra em seu album de estréia que vieram de uma escola muito forte no quesito Thrash Metal, o trabalho é extremamente consistente e original, mas ainda sim traz os melhores e mais amados clichês do estilo. O tradicional é revisitado de forma majestosa pelo grupo estreante e deixa claro que ainda há muita lenha a ser queimada por eles! Definitivamente uma banda que ainda trará ótimas contribuições ao metal nacional no futuro (como já trouxe com seu primeiro petardo).

O trabalho é, como um todo, aquilo que o Thrash pode nos proporcionar de melhor! Está tudo lá, dos riffs rápidos e baterias ao melhor estilo “tupa tupa” a vocais secos e um sentimento de raiva e intensidade muito fortes! Para os amantes das bandas da famosa Bay Area nos anos oitenta e grandes apreciadores do Thrash nuclear ativista, o disco é um deleite e uma grata supresa num ano tão vasto de lançamentos de altíssima qualidade, mas que por alguma razão acabam passando despercebidos por grande parte dos veículos de mídia. Sem duvidas uma jóia no metal nacional que entrará para a história como um dos grandes discos brasileiros do estilo!

Tracklist:
1 – Evitamos a Vida, Provocamos a Morte
2 – Anjos da Guerra
3 – Soldados do Mal
4 – Alienação
5 – Vítimas
6 – Anarquia
7 – Contra-Ataque
8 – Unidos pelo Underground

Lineup:
Jorge Raposo – Bateria
Alexandre Durães – Guitarra
Wellington Freitas – Vocal
Lendl Oliveira – Baixo

OUÇA O DISCO NO SPOTIFY

SIGA A BANDA NO:
Facebook
Instagram
Youtube

 

 

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
A missão de Thaís Lyrica em seu EP de estréia “ECILA” é aliar magia a conceitos retrofuturísticos visando dar vida ao metal melódico do...
  Pandemia perto do fim e a Rygel segue produzindo material! A bola da vez se chama “The Struggle”, sobre “a estória de um...
  A SQQ Rockids é uma banda de rock voltada ao público infantil e...
“Wild Kiss” mescla de hard rock, blues e funk americano, e vídeo dirigido por...
Parceiros
OSBOX
Siga o Detector de Metal