Inner Demons Rise: Entrevista com Alcides Burn
28/07/2016 | Por
alcides burn

Continuando nossa série de entrevistas com alguns dos artistas que se apresentarão no FORCAOS, um dos mais tradicionais festivais do Brasil, que começou no final de semana passado (23 e 24 de julho) e continua neste final de semana (29 e 30 de julho) em Fortaleza, Ceará, conversamos com Alcides Burn, a voz do INNER DEMONS RISE. A banda pernambucana se apresenta na última noite do festival.

Obs: Material enviado pelo nosso colaborador, Daniel Tavares. O Detector de Metal estará em loco no evento, fazendo uma entrevista em vídeo com a banda.

Daniel Tavares: Alcides, pra quem ainda não conhece a INNER DEMONS RISE, por favor apresente a banda e o que você pode nos adiantar desse show da INNER DEMONS RISE no Forcaos?

Alcides Burn: Primeiro gostaria de agradecer o espaço. O IDR surgiu em 2008 por mim e Paulo PA (ex-guitarrista) e naquele ano tínhamos uma proposta bem diferente do que as bandas de Hellcife estavam acostumadas a fazer. Nossa pegada era uma coisa mais melódica. O tempo se passou e várias coisas aconteceram, mudança de formação e naturalmente mudamos o som um pouco. A melodia continua lá, mas está mais Death Metal. Quanto ao Forcaos, estamos ansiosos para mostrar essa nova fase da banda. Tocamos em 2011 aí e, como falei, muita coisa mudou. Tocaremos música do EP, do novo CD e uma inédita de um trabalho que irá sair ano que vem. Essa será a primeira vez q tocaremos essa música ao vivo.

Inner Demons Rise: Entrevista com Alcides Burn

Daniel Tavares: Como você tem visto a recepção ao álbum “In The Name of Father and of The Son and of Violence”? Já há previsão para cópias físicas?

Alcides Burn: “In The Name…” ia sair físico, mas devido a alguns atrasos e problemas acabou não rolando. Mas estamos atrás de selos para lançar. Quem estiver afim é so falar com a gente. A recepção tem sido ótima. Estamos fechando uma parceria em breve com uma assessoria de impressa bastante conhecida e acredito que poderemos divulgar melhor o CD, mas recebemos vários elogios e já estamos trabalhando em um novo material para sair ano que vem.

Daniel Tavares: Vocês anunciaram um novo EP falando de violência contra os animais. Por que este tema é importante para vocês?

Alcides Burn: Acredito que seja uma forma a mais de alertar as pessoas do que está acontecendo. Vemos direto casos absurdos. Eu crio gatos. Adotei eles da rua. [Nota: Um dos gatos de Alcides chama-se Bruce. Adivinhem em homenagem a quem.] O tema veio em mente também depois dos absurdos como o caso do Gorila que foi sacrificado porque uma criança caiu na jaula. E tudo que envolve o homem num caso desses, os animais tem pagar? Eles não tem culpa de viverem presos em jaula ou nas ruas. Isso é um problema também do governo que deveria ter um controle sobre essas animais, castrando-os e evitando assim que se reproduzam e virem vítimas.

Daniel Tavares: Quais são os planos para o futuro da INNER DEMONS RISE?

Alcides Burn: Estamos numa sequência bem legal de shows esse ano que começou em Caruaru com a abertura do show do SINISTER que foi incrível. Depois do Forcaos, tocaremos em Vitória de Santo Antão. Depois faremos um show aqui na cidade com o TORTURE SQUAD, depois João Pessoa, Natal no Animal Fest e Campina Grande em outubro. Novembro vamos parar para se concentrar na gravação desse novo EP que sairá, acredito, no começo do ano que vem.

Inner Demons Rise: Entrevista com Alcides Burn

Daniel Tavares: Você também é designer e é responsável pela arte de capa de várias bandas de renome no metal extremo nacional e internacional. Poderia falar um pouco mais sobre seu trabalho como designer?

Alcides Burn: Bom, minha carreira como designer começou no final dos anos 90. Já tive oportunidade de criar capas para bandas como HEADHUNTER D.C., BLOOD RED THRONE, ICONOCLASM, MALEFACTOR e muitas outras. Recentemente fiz a logo e uma releitura da arte do Metalmania para ROBERTINHO DE RECIFE. Acho que por um tempo me afastei um pouco da arte pois comecei a me envolver com produção de eventos e acabei ocupando todo meu tempo, mas agora estou reorganizando as coisas novamente e estou fazendo mais artes, que é o que eu sempre curti. Quem quiser saber mais sobre meu trabalho pode acessar meu blog www.theburnart.blogspot.com. Lá, vai conhecer todo meu trabalho. Estou preparando um website novo que estará online em breve.

Daniel Tavares: E eu sei que o relacionamento com os cearenses é de longa data. Que bandas daqui você mais curte? Se fosse fazer um festival no Recife só com bandas cearenses, que bandas escalaria?

Alcides Burn: Eu tenho sangue cearense. Meu pai era do interior de Iguatu. Quanto à cena de Fortaleza, acho foda!!! Das bandas que gosto muito dai, acho que destacaria logo o SOH, Obskure e o INSANITY (RIP). Se fosse fazer um show aqui chamaria: OBSKURE, SOH, NFÚRIA e COLDNESS. Iremos tocar com várias bandas locais que não conheço e quero assistir todos os shows.

Daniel Tavares: O espaço é seu. Deixe sua mensagem, convide o pessoal para o Forcaos, etc.

Alcides Burn: Valeu mais uma vez grande Daniel. Esperamos todo mundo lá nessa grande noite para trocarmos uma ideia, tomarmos umas geladas e curtir muito metal!!! LIBERTEM SEUS DEMÔNIOS INTERNOS!!!

Inner Demons Rise: Entrevista com Alcides Burn

13641048_1050036925064752_7670071255540133799_o

Deixe uma resposta

Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
Mais do que nunca, o ano de 2019 marca o levantamento de bandeiras pelos festivais de rock independentes. Em Recife, no tradicional Abril pro...
No dia 23 de maio, quinta-feira, o Órbita Bar vai realizar a partir das 19h um workshop com o ex-baixista da lendária banda de...
Em postagem no seu perfil oficial no Facebook, a Shinigami Records confirmou que relançará...
A banda maranhense Alchimist acaba de disponibilizar o making of do vídeo clipe da...
Parceiros
Siga o Detector de Metal

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating access token: Session has expired on Sunday, 28-Apr-19 15:04:18 PDT. The current time is Thursday, 23-May-19 06:21:05 PDT.
Type: OAuthException
Code: 190
Subcode: 463
Please refer to our Error Message Reference.