Forkill: novo álbum disponível em formato físico e nas plataformas digitais
11/04/2019 | Por
Forkill: novo álbum disponível em formato físico e nas plataformas digitais

Forkill: novo álbum disponível em formato físico e nas plataformas digitaisO novo álbum da banda carioca de Thrash Metal FORKILL acaba de ser disponibilizado em todas as plataformas digitais, e a versão física também já está disponível, via Dark Sun, subsidiária da gravadora Dies Irae, especializada em Thrash/Death Metal old school. “The Sound of the Devil’s Bell” foi gravado e produzido por Daniel Escobar, no Estúdio HR, Rio de Janeiro, e teve sua capa desenhada pelo renomado artista gráfico Rafael Tavares (Torture Squad). O CD foi lançado em formato slipcase, com pôster, adesivo e caixa de acrílico, e posteriormente sairá no formato vinil, limitado em 300 cópias, em versão importada da República Tcheca.

Composto de treze faixas, “The Sound of the Devil’s Bell” mostra que a nova formação, composta por Matt Silva (vocal e guitarra), Ronnie Giehl (guitarra), Gus Nascimento (baixo) e Rodrigo Tartaro (bateria), está pronta para voos mais altos. O FORKILL iniciou suas atividades na cidade do Rio de Janeiro em maio de 2010, e em setembro de 2013 lançou o debut “Breathing Hate”, com produção do lendário guitarrista Robertinho de Recife, chegando a ter uma ótima repercussão nas mídias especializadas. Ao longo de sua carreira o FORKILL teve a honra de fazer shows ao lado de grandes bandas como Destruction, Nuclear Assault, Krisiun, Vulcano, Cauldron e Vicious Rumors e ao mesmo tempo criando fortes vínculos com seus conterrâneos do Savant, Unmasked Brains e Hicsos.

No track list do álbum há a regravação de “Vendetta”, presente originalmente em seu debut, “Breathing Hate”, de 2013. “Vendetta é uma das músicas que sempre está no set e a galera sempre agita muito. Ela soa incrível com essa nova formação, então resolvemos regravar com uma pegada mais brutal, violenta. Fizemos novos arranjos e ficou demais e assim decidimos colocar como bônus track” comenta o guitarrista Ronnie Giehl. Outra música regravada foi “Let There Be Thrash”, lançada em formato de single ainda com a formação original. Clara referência ao AC/DC, a música se tornou uma espécie de hit da banda, e segundo Ronnie, sempre esteve nos planos de estar no novo álbum.

Sobre a temática do disco, Ronnie explica que as letras retratam todas as atrocidades da humanidade ao longo da história, e que, em relação ao título da obra, “o sino é um objeto sagrado de várias religiões”.  E o título também serve como uma homenagem ao Mercyful Fate, uma das grandes paixões do guitarrista: “O sino sempre foi ‘badalado’ para avisar que cidades estavam sendo invadidas, horas da missa, enterro, etc. Vendo hoje a humanidade e suas atrocidades, temos a impressão de que a coisa está tão feia que o diabo está martelando um sino de tanta desgraça. Liricamente, o som do sino do diabo é mencionado em três músicas do álbum, e o título é uma homenagem explícita ao Mercyful Fate e a música ‘At the Sound of the Demon Bell’”.

“The Sound of the Devil’s Bell” teve seu lançamento oficial nos palcos no dia 17 de março, onde já havia colocado à venda sua nova linha de merchandising, com camisetas, chinelos, bonés e patches personalizados. O CD físico já está disponível nas principais lojas de Metal e diretamente com a banda, através da página oficial no Facebook.

Deixe uma resposta

Apoiadores
Próximos Eventos
Ver todos os eventos
Leia Também
  A Lasting Maze é uma banda de Metal melódico/alternativo formada em março de 2014 na cidade de Mossoró-RN. As composições falam sobre a...
Quando Tom S. Englund noticiou o 11º álbum do Evergrey, logo criou-se uma grande e boa expectativa em torno do que seria o The...
Foi a primeira vez que a casa de show Órbita Bar recebia um show...
  The Number of the Beast é um CLÁSSICO da historia do Heavy Metal...
Parceiros
Burn Artworks
Siga o Detector de Metal